Imagem

Novos rumos

 

Imagem

Os acontecimentos são transitórios. VOCÊ não. Investigue se você é quem imprime alegria e contentamento aos acontecimentos da sua vida ou se são eles que trazem a felicidade até você. Será mesmo que você necessita que algo aconteça para se sentir mais pleno? Não se engane, uma vez que você realize o tal “sonho” seja ele qual for, precisará de outro para pôr no lugar. Procure pelo que fica e não pelo que vem e vai.

Para essa investigação se concretizar um dos caminhos é a meditação. E isso não tem nada a ver com ser budista, andar com roupas exóticas ou ter peregrinado pelo Oriente. Nada disso. Apenas uma prática que você introduz na sua vida e que pode te trazer inúmeros benefícios.

Ela nada mais é que você praticar o “estar no presente”, neste momento aqui e agora. E, inevitavelmente, para que isso aconteça é necessário um pouco de silêncio.

O que compartilho aqui são apenas experiências pessoais. Não há verdades absolutas. Você experimenta, gosta, e pronto, já aderiu. Se não, larga. Simples assim. Não tem mistério.

Para começar, experimente sentar-se e fechar seus olhos onde se sentir confortável. Tente respirar de modo natural, sem esforço. Recomendo um lugar tranquilo para que você não tenha muitas distrações. Deixe os pensamentos virem. Não tente afastá-los ou “brigar” com eles. Se fizer isso dará mais combustível a eles. Simplesmente não dê atenção. Relaxe. Para quem nunca tentou e quer começar a meditar recomendo que comece se comprometendo com 2 minutos por dia. Marque o tempo com um relógio.

Algo que aprendi entre leituras, conversas e palestras em que estive presente é que existem inúmeras técnicas, mas a meditação em si, é única. É um estado do ser. Portanto, seja qual for a técnica que você escolher estará no caminho certo, um caminho que, quem sabe, possa te render ótimos frutos.

Boa sorte!